Conteúdo voltado para banco de dados Oracle e SQL Server

rede Archive

Na configuração padrão, a placa de rede do S.O. CentOS ou Oracle Linux não é habilitada automaticamente após o boot do servidor, sendo necessário usar o comando IFUP para subir a interface de rede toda vez que houver desligamento ou reboot do servidor.

Uma maneira simples de automatizar esse processo é editando o arquivo de configuração da placa de rede e habilitar a opção ONBOOT com o valor YES ao invés de NO:

Rede_oracleLInux

Editando o arquivo com o VIM, localiza a opção ONBOOT, basta trocar o valor no por yes e salvar as configurações e sair da edição do arquivo:

Rede_oracleLInux

Após realizar essa configuração, a placa de rede subirá automaticamente a cada boot.

 

 

Quando trabalhamos com algum sistema operacional, seja ele windows, mac ou linux é importante saber o quanto de recurso está disponível para realizar suas tarefas, seja CPU, Memória, Disco, Rede, versão do S.O. dentre outros.  Abaixo alguns comandos úteis para redhat e centos:

Verificar a versão do S.O.: cat /etc/redhat-release !

6 - Versao do s.o.

Listar CPU:  cat /proc/cpuinfo

1 - Processador

Memória: free -m ou free -h ! O free -h mostra os valores em GB, facilitando a visualização dos números:

2 - Memória

Disco: df -h

3 - Disco

Memória virtual: cat /proc/swaps

4 - Swap

Para verificar os ativos de rede, utilize os comandos: mii-tool e dmesg | grep eth

5 - Rede

Com essas informações você já será capaz de ter noção dos recursos disponíveis pelo seu sistema, lembrando que o comando htop também fornece algumas dessas informações e seu uso em tempo real.