Site em Manutenção
Conteúdo voltado para banco de dados Oracle e SQL Server

Sem categoria Archive

Vira e mexe precisamos listar o tamanho dos backups de banco de dados da nossa instância, com a demanda recorrente por essa informação precisei criar um script que lista o nome da base, tamanho com e sem compressão, caminho onde o arquivo foi salvo, taxa de compressão, dentre outros.

O script abaixo é foi utilizado e retorna inúmeras informações úteis:

USE msdb
GO
SELECT
bs.database_name as ‘Database’,
bm.physical_device_name as ‘Caminho’,
CAST(CAST(bs.backup_size / 1000000 AS BIGINT) AS VARCHAR(100)) + ‘ MB’ AS ‘Tamanho do Backup’,
CAST(CAST(compressed_backup_size / 1000000 as BIGINT) AS VARCHAR(100)) + ‘ MB’ AS ‘Tamanho do Backup Comprimido’,
bs.backup_start_date,
CASE bs.[type] WHEN ‘D’ THEN ‘Full’
WHEN ‘I’ THEN ‘Differential’
WHEN ‘L’ THEN ‘Transaction Log’
END AS BackupType,
backup_size / compressed_backup_size as ‘Taxa de compressão’
FROM msdb.dbo.backupset bs
JOIN msdb.dbo.backupmediafamily bm
ON bs.media_set_id = bm.media_set_id
ORDER BY database_name ASC, backup_start_date DESC
GO

Output do comando:

Backup

Como pode ser visto, o backup do banco BDTESTE tem um ganho significativo de economia de espaço quando utiliza a compressão de dados, sendo que seu tamanho cresce naturalmente ao passar dos dias, conforme utilização por parte dos sistemas/usuários.

Quando trabalhamos com algum sistema operacional, seja ele windows, mac ou linux é importante saber o quanto de recurso está disponível para realizar suas tarefas, seja CPU, Memória, Disco, Rede, versão do S.O. dentre outros.  Abaixo alguns comandos úteis para redhat e centos:

Verificar a versão do S.O.: cat /etc/redhat-release !

6 - Versao do s.o.

Listar CPU:  cat /proc/cpuinfo

1 - Processador

Memória: free -m ou free -h ! O free -h mostra os valores em GB, facilitando a visualização dos números:

2 - Memória

Disco: df -h

3 - Disco

Memória virtual: cat /proc/swaps

4 - Swap

Para verificar os ativos de rede, utilize os comandos: mii-tool e dmesg | grep eth

5 - Rede

Com essas informações você já será capaz de ter noção dos recursos disponíveis pelo seu sistema, lembrando que o comando htop também fornece algumas dessas informações e seu uso em tempo real.